Uma Breve História do "Cristianismo" e a Noção de "Cristo"

JoSportuguese – Joy of Satan em Português

Este grupo é para falantes de língua portuguesa que desejam estabelecer um relacionamento com Satan e discutir Satanismo Espiritual de forma séria.
Nós acreditamos que Satan e seus Demônios são seres reais. Seu tu és Satanista filosófico ou crê de outra forma, não tentes empurrar vossa crença aqui.
Pessoas que simpatizem com e/ou apoiem os inimigos de Satan (judeus, cristãos e muçulmanos) serão BANIDAS!
Blasfêmia contra Satan e/ou seus Demônios não será tolerada!
Se tu acreditas que Satan e seus Demônios são malignos, este grupo não é para ti, procure outro.
Não tentes empurrar crença Wiccana ou outros credos não-satânicos aqui.
Não tentes promover indivíduos, grupos ou organizações que atacam o Joy of Satan. Suas postagens serão apagadas e tu serás banido.
Qualquer um que promova qualquer coisa ilegal será banido, salvo Nacional-Socialismo e Revisionismo Histórico se estes forem criminalizados em vosso país.
Por favor, seja educado. Provocações não serão toleradas.

http://www.alegriadesatan.com

http://expondocomunismo.bucurialuisatan.com
http://thirdsexthulesociety.weebly.com/portugues.html
http://ssbiblioteca.webs.com

Sumo-Sacerdotisa Myla Limlal
Post Reply
User avatar
BlackOnyx8
Posts: 745
Joined: Tue Sep 28, 2021 3:38 pm

Uma Breve História do "Cristianismo" e a Noção de "Cristo"

Post by BlackOnyx8 »

Uma grande falta de conhecimento leva a muitas falsidades em relação ao conhecimento espiritual com mais certeza do que qualquer outra coisa.

O povo Judeu, no império Romano, foi exposto aos princípios e crenças religiosas do povo da região. Na altura, a Cultura Grega Antiga era basicamente a cultura dominante, e era amplamente aceite por pessoas de todo o mundo, devido às conquistas de Alexandre e às que se seguiram. Onde não era aprovada e plenamente aceite, era profundamente respeitada.

Na língua Grega Antiga, a palavra "Cristo" significa simplesmente "Aquele que foi ungido" ou "Aquele que participa nos mistérios". É um epíteto que poderia servir para qualquer pessoa ou para qualquer principiante nos Mistérios dos Antigos. Era usado do mesmo modo para muitas pessoas e era bastante comum. Mas isso é apenas um "título".

O verdadeiro "Nome" de "Jesus" na novela judaica, é Moshiach Ben David [O messias descendente de David] e literalmente apenas "Yeshua" ou "Yehoshua". O "Cristo" foi acrescentado mais tarde como título, o mesmo que "Jesus Cristo" que muitos idiotas falam hoje à esquerda e à direita.

A "história" de Jesus, nada mais é do que histórias alquímicas e lendas roubadas de outras civilizações, misturadas por judeus, misturando elementos Egípcios, Sumérios, Gregos e Árabes, numa grande sopa, que mais tarde se transformaram numa mistura suicida que promoveram às massas analfabetas do império Romano, para as transformar em selvagens e virá-las contra o estado Romano.

O objectivo disto, era criar uma grande divisão cultural dentro do império Romano, que mais tarde destruiu o Império através da apropriação cultural e da guerra cultural. O cristianismo foi criado como um ideal exclusivamente "Anti-Grego" e "Anti-Pagão", para "derrubar os ídolos" e as normas culturais do Império Romano.

Para quem tem ideia, a única razão pela qual o "Cristianismo" existe é literalmente para combater "Os Ídolos de Beelzebul, Astarte, o Trono de Satanás em Pérgamo [Zeus]", para "derrubar os ídolos", para "Afastar o Satanás" e assim por diante. É só para isso que está lá, está lá apenas para odiar o que existia antes.

Depois, de tudo o que existia antes roubou todos os códigos, significados e alegorias importantes que podia, apresentando-os como se fossem deles "próprios", para simplesmente confundir as pessoas a comprometerem-se com esta religião para matar as suas próprias religiões Antigas.

Por mais estúpido que isto possa parecer, este nível de QI e inteligência muito baixos, era abundante no mundo antigo, e abundante também o é hoje.

Os judeus sabiam que quando se quebram os valores internos que fundaram uma civilização, o relógio está a contar até a civilização entrar em colapso. Hoje, os Estados Unidos experienciam-nos em cerco contra a Liberdade de Expressão, Posse de Armas, remoção Constitucional, guerra Racial de pessoas que partilham todos os mesmos direitos sob a mesma Nação [isto desmorona uma Nação, independentemente das respectivas opiniões dos envolvidos] e assim por diante, etc.

Os judeus, mais tarde, roubaram termos como este e formularam uma nova "fé" baseada em desvios literais dos termos e em embustes finais. Como se pode ver, o Cristianismo é uma fé que foi criada com os mais atrasados e servis em mente, e bane a ciência, o conhecimento, a compreensão, os Deuses, e qualquer coisa grande e profunda rotulando-a de "Maldade".

Entretanto, tudo o que faz é deificar os judeus, dizer às pessoas para obedecerem aos judeus, e assim sucessivamente. Uma vez que a maioria de vós aqui é inteligente, não se deixaram enganar por estas mensagens, mas as pessoas que são mais simples e muito analfabetas na altura, estavam muito confusas e persuadidas a acreditar nesta "religião" bastante simplista.

Os judeus roubaram ditos de numerosos filósofos, conhecimentos que foram dados a todas as pessoas, profanaram-nos, e progressivamente criaram um culto que à superfície apareceu como uma "Religião Solar" [como a que seguia o povo Antigo]. Esta foi apenas a sua fachada durante muito poucos anos, enquanto os judeus continuaram a injectar-lhe falsidades e mentiras, e a inverter toda a moral tradicional das religiões dos Antigos.

Eventualmente, a carapaça deste embuste assemelhava-se de certa forma às antigas religiões, mas a sua essência era a de um vírus da mente, pronto a atormentar o Império Romano.

Como o Judaísmo era basicamente o mesmo que o Cristianismo, e era "Antigo Paganismo Invertido", e blasfemavam os Deuses, as autoridades Romanas da época atacavam os Judeus e muitas vezes incineravam-nos, porque operavam como grupos terroristas e criavam constantemente sacrilégios religiosos, culturais e filosóficos.

Os Cristãos, fundamentalmente, eram judeus Raciais, que acreditavam na história de um Rabino rebelde que nunca viram, de Nazaré, chamado "Jesus". Na Bíblia, o personagem "Jesus" ainda é chamado Rabino, e está para além de qualquer disputa que todo o "Cristianismo" não passa de uma nacional farsa histórica judaica.

Da mesma forma que os judeus enviam infiltrados e diásporas para o interior dos Gentios, muitas vezes fingindo que estão a ser "perseguidos" ou em "guerra" com outros judeus, mas tendo a mesma agenda subjacente, os judeus fizeram o mesmo movimento de infiltração com o personagem de Jesus.

A história de "Jesus" é comummente ridicularizada pelos rabinos, uma vez que eles sabem que esta história é totalmente retardada. Eles sabem que esta "história" só contém mensagens vagas, moralidade falsa, está enraizada na injustiça, e nas mentiras que os seus próprios antepassados judeus escreveram sobre a história. Portanto, isso é negado pelos judeus como religião oficial e os judeus atacam constantemente outros judeus que são tão retardados ao ponto de acreditar neste embuste.

Este nível de retardamento segundo os judeus, deve ser reservado para os Gentios. E sobre os Gentios, é claro, é que eles tentam constantemente impor este embuste.

No entanto, porque muitas pessoas estão profundamente confusas com os elementos da religião Solar neste culto [o seu disfarce] não conseguem realmente escapar-lhe e tentam constantemente mentir a si próprios que ainda existe algo de "Bom" no Cristianismo, enquanto que tudo isto são noções roubadas e corrompidas.

Mas algumas pessoas não podem aceitar isto devido a estupidez, falta de conhecimento, ou simplesmente porque são demasiado preguiçosos e não querem mais nada. Os mesmos factores subjacentes são também o que levou as pessoas a adoptar este embuste no Império Romano, fazendo efectivamente um movimento suicida em relação à sua própria cultura e a si próprias.

A fé "Cristã", é a vingança do povo judeu que o que fez foi criar uma mistura de mensagens falsas e invertidas, e depois tentar fazer desta uma religião popular. Como o "Cristianismo" manteve uma concha pseudo-pagã durante alguns anos desde o seu início judaico, os pobres, os incultos e as pessoas que nada sabiam, foram absorvidos por ela.

O Cristianismo começou como aquilo que sempre foi, uma fé dos judeus, mas os judeus exportaram-na da Judeia, porque consideravam este "Ensinamento" arriscado e contra o Judaísmo. Antes de mais, este dogma judeu foi construído sobre a história de um rebelde judeu inexistente, e isto causou rebeliões e disputas contra os judeus.

Esta nova religião híbrida de infiltração que os judeus fizeram, mas viram depois de algum tempo que a profunda estupidez e maldade do Cristianismo estava também a virar muitos judeus contra outros judeus.

Os judeus chegaram ao ponto de punir ou mesmo de querer matar outros judeus por promoverem este gigantesco embuste que fizeram para as suas vítimas, sobre o seu próprio povo judeu, como se um traficante de droga nunca usasse a sua própria droga e matasse outro traficante se o visse a vender aos seus próprios filhos.

Até hoje, os judeus são inflexíveis em nunca aceitarem este embuste disparatado, apenas o exportam e o mantêm nas "Nações Gentias", banindo este vírus religioso para dentro do Império Romano.

Quando os judeus notaram isto, removeram todo este culto e apenas o exportaram no seio do Império Romano para pessoas de classe inferior e de menor inteligência, onde o culto cresceu em poder, destruindo o Império Romano a partir do seu interior.

Os judeus tentaram ao máximo não permitir que nenhum judeu acreditasse em nada disto, e até hoje, riem-se do "gentio estúpido" que era literalmente tão retardado ao ponto de aceitar esta excreção da cultura judaica.

Os judeus riem-se, porque sabem que isto não passava de esterco espiritual literalmente criado por eles, mas a estátua bem torneada que fizeram a partir do esterco, aparentemente foi aceite por muitas pessoas com um nível de consciência semelhante.

O que é ainda pior, que com o passar do tempo, as pessoas infectadas por este vírus, criaram coisas grandes e maravilhosas enquanto eram infectadas por este vírus que estava a funcionar contra os seus próprios interesses, e tentaram propositadamente ignorar as raízes judaicas da religião judaica do cristianismo, e tentaram enxaguá-la para que se transformasse noutra coisa.

Isto nunca funcionou fundamentalmente, mas as pessoas tentam até hoje, porque não querem aceitar que devem regressar às suas origens primárias, que são claras e puras, e esperar por elas. Mesmo na sociedade moderna, vemos isto todos os dias.

No tempo dos Romanos, à medida que a população se ia enraizando com o vírus, eles começaram a virar-se contra a sua própria religião nativa Romana, e instalou-se grande tumulto com os confrontos e a guerra civil que se desencadeou no interior do império Romano.

Como se pode ver, a maior parte dos Evangelhos do Cristianismo, é o ataque cultural judeu contra o povo Romano e a lavagem cerebral, especialmente o evangelho de "Paulo". Ali, as pessoas estão a ser ameaçadas pelo fogo eterno do inferno e manipuladas para desistirem da sua religião Romana, porque isso fazia com que ficassem a assar perpetuamente no lugar de tormento por adorarem o "Diabo".

Por mais louca que esta ideia nos pareça, isso era considerado por algumas pessoas realmente reles do Império Romano, que não faziam ideia da vida após a morte ou não se importavam em ler. O medo actuava como um motivador muito poderoso, e o medo corta o senso comum.

Combinado com infiltrações políticas, subornos e outras formas de manipulação, os judeus finalmente instauraram o "Cristianismo" como uma religião aceitável no império Romano, após alguns séculos deste embuste a ganhar terreno. Tentados pelo poder deste embuste de controlo da população, muitas gerações passaram onde os líderes tiveram de o suportar ou tolerar, e porque ficou muito enraizado, muitos apenas quiseram governar sem reformar nada disso, apenas permitindo que o vírus continuasse como uma doença com a qual se teria de lidar numa data posterior. Outros, tentaram fazer uso desta doença, muitas vezes com resultados catastróficos para si próprios e para as suas Nações.

O Império Romano pagou a conta com o seu próprio colapso. Depois, o massacre dos Pagãos e do povo dos Antigos e a sua marginalização da sociedade começaram a ser a vida quotidiana. As pessoas que mantiveram a fé dos Antigos tiveram de se tornar lentamente uma minoria, e foram progressivamente mantidas fora dos cargos políticos e outros na vida.

Nesta altura, os judeus conseguiram uma grande vitória cultural contra os "Goyim", uma vez que os acima mencionados trabalharam progressivamente até ao ponto de a confusão cultural que se seguiu ser demasiado grande para ser resolvida, e quase que dilacerou o Império Romano. Enquanto o Império Romano mais tarde se tornou no Império Bizantino, os fundamentos culturais do Império Romano foram destruídos pela bomba.

Palavras como "Christos" ou "Jesus Cristo", que são literalmente epítetos e títulos para traços genéricos de praticantes de ocultismo, fermentados em centenas de anos de embuste às massas analfabetas, acredita-se que foram acontecimentos factuais com "pessoas" reais nestes dias.

Na verdade, nestes dias antes do Cristianismo ter surgido, havia bastantes místicos e Sumo Sacerdotes antigos que tinham poderes milagrosos e Siddhis. O epíteto "Iesous", que hoje em dia os americanos conhecem como uma "latinização de Jesus" que é um título roubado para o embuste de Jesus, traduz-se para "O curado", mas também para "O curandeiro", e este termo tem a ver com a cura da alma que é conseguida a partir da meditação. Era um título comum dado aos curandeiros e aqueles que na época trabalhavam com os Siddhis.

Da próxima vez que vires fanáticos a falar contigo sobre "Jesus", "Christos", etc., tem pena deles, pois são uma geração de perigosos tolos enganados, que nada sabem espiritualmente ou do que quer que seja. Eles representam o mais baixo nível de compreensão em todos os sentidos, e têm sido a causa do desaparecimento e da queda cultural da humanidade. Eles não aceitarão isto, mas sabem-no.

Apenas as pessoas inteligentes e superiores herdarão o verdadeiro conhecimento do passado. Quanto à categoria acima, que paguem o preço das suas próprias mentiras, pois, perante o universo, serão limpos como pó. Como o tempo demonstrou, este bando de simplórios hipócritas não sobreviverá, e acabará por nunca ser mais inteligente do que nós que estamos acima.

É uma questão de tempo na Era de Aquário até que este culto judaico ignorante em que eles tão carinhosamente acreditam, seja removido, e isto acontecerá de uma forma ou de outra, porque este ídolo que os judeus fizeram para estes idiotas do esterco, traz consigo grande sacrilégio e blasfémia. Devemos celebrar como esta fé imunda está nas suas últimas pernas, e rir daqueles que ainda acreditam nela nos dias de hoje, com um grande sorriso interior que ainda não iremos expressar publicamente.

- Sumo Sacerdote Hooded Cobra 666


Para mais leitura:

1. Sóis de Deus: Krishna, Buda e Cristo Revelado
2. Os Mistérios de Jesus: Seria o "Jesus Original" um Deus Pagão
3. Lojas Adoplhe: "A Verdade sobre o Cristianismo", toda esta série.
4. Um Caso Real Contra os Judeus - por Marcus Eli Ravage reproduzido pela The Century Magazine de Fevereiro de 1928 [Para os pensamentos dos judeus mais elevados sobre o assunto].
5. O Cristianismo dos Dezasseis Salvadores Crucificados do Mundo Antes de Cristo por Graves
6. Origens Pagãs do Mito Cristo de Jackson

Há também muitos outros na lista de livros da Alegria de Satanás que fornecem provas inequívocas de tudo o que foi dito acima.
The Serpent is free. The Serpent is exalted. The Serpent is forever!

Holocaust Exposed || Videos of Truth || Videos em Português

Ave Satanas! Ave Astarte!
Post Reply