Porque A Humanidade Caiu (Série Satanismo Espiritual)

JoSportuguese – Joy of Satan em Português

Este grupo é para falantes de língua portuguesa que desejam estabelecer um relacionamento com Satan e discutir Satanismo Espiritual de forma séria.
Nós acreditamos que Satan e seus Demônios são seres reais. Seu tu és Satanista filosófico ou crê de outra forma, não tentes empurrar vossa crença aqui.
Pessoas que simpatizem com e/ou apoiem os inimigos de Satan (judeus, cristãos e muçulmanos) serão BANIDAS!
Blasfêmia contra Satan e/ou seus Demônios não será tolerada!
Se tu acreditas que Satan e seus Demônios são malignos, este grupo não é para ti, procure outro.
Não tentes empurrar crença Wiccana ou outros credos não-satânicos aqui.
Não tentes promover indivíduos, grupos ou organizações que atacam o Joy of Satan. Suas postagens serão apagadas e tu serás banido.
Qualquer um que promova qualquer coisa ilegal será banido, salvo Nacional-Socialismo e Revisionismo Histórico se estes forem criminalizados em vosso país.
Por favor, seja educado. Provocações não serão toleradas.

http://www.alegriadesatan.com

http://expondocomunismo.bucurialuisatan.com
http://thirdsexthulesociety.weebly.com/portugues.html
http://ssbiblioteca.webs.com

Sumo-Sacerdotisa Myla Limlal

Moderators: Hps.mlimlal666, Egon

User avatar
Egon
Posts: 745
Location: ᛉ Praise the Sun ᛉ
Contact:

Porque A Humanidade Caiu (Série Satanismo Espiritual)

Postby Egon » Thu Jan 31, 2019 6:35 am

Porque A Humanidade Caiu (Série Satanismo Espiritual)

Vou explicar este facto doloroso, que continua a ser um facto que precisa de explicação. Decidi inclui-lo na série porque é um assunto tanto simples quanto completo que requer esclarecimento, e a série terá o propósito de higienizar alguns assuntos de forma clara e coerente.

A situação com a humanidade é que somos um trabalho incompleto. Somos algo em formação. Ainda não estamos em nosso potencial pleno, isto é, se existisse algo como um fim para o desenvolvimento, e não há. Satan e os Deuses explicaram-me sobre o assunto, mas vou relacionar a um ponto simples, mesmo que geres um ser humano apropriado em tudo, como forma, corpo e o resto, ele ainda precisará de tempo de formação no período de milhares de anos ou algumas gerações a fim de finalmente entender conceitos espirituais e triná-los para chegar ao nível ‘deles’ ou poder se comparar a eles de forma mais directa. Isso é porque esse processo lida com a compreensão de si mesmo. É por isso também que os Deuses estavam aqui pelo nosso desenvolvimento, a ajudarem-nos e guiar-nos.

Mesmo depois deles terem “partido”, eles mantiveram contacto connosco pelo astral, para guiar-nos a terminar o processo de desenvolvimento. Com a ascensão do inimigo, a habilidade e as linhas de comunicação foram perdidas, mas mesmo assim, nossos Deuses não pararam nem de lutar contra o inimigo, nem de ajudar-nos por meios invisíveis, meios esses para “acabar” esse trabalho em nós mesmos.

Quanto à perfeição do ser humano em sua melhor forma, isso é algo que toda mente científica e afins puderam entender e admirar. O homem é uma obra de arte no que diz respeito à espécie. Enquanto ele pode sempre melhorar, a mente por trás da criação do homem foi uma das maiores mentes, isso é, Satan e os Deuses que nos geneticamente engenharam. A sabedoria magnânima do corpo humano está além da compreensão. Em sua maior parte, até nossos cientistas mais avançados hoje só arranharam a superfície em tentar compreender a maravilha desse trabalho, seus processos e funções. Isso é porque o corpo deve abrigar algo ainda maior.

É porque o processo de auto-realização através da alma leva tempo e não vem de graça. E, durante esse processo, como uma massa se não for virar pão, se esse processo não for feito corretamente (é por isso que os Deuses estavam aqui e quase o terminaram) tudo que sobra é um serviço inacabado que pode cair e ruir em si próprio. É assim que trabalhos geralmente são manifestados neste mundo, e tudo tem um estágio de formação no qual algo pode ser alterado, corrompido e destruído.

Porém, o conhecimento sobre como completar esse trabalho do ser humano foi deixado pelos Deuses que estavam a administrar uma cultura global (não confundir com globalista) naquela época, e como tal, pessoas podiam completar a Magnum Opus e alcançar seu potencial máximo. Parece também que esse processo continuou a acontecer por muitos milhares de anos e pessoas de facto completaram a Magnum Opus, tanto antes quanto depois dos Deuses terem partido.

Há Demónios com cerca de 10 mil anos de idade, muitos dos quais estão na Goétia ou na secção de Demonologia. Uma vez que “Demónio” é uma palavra código para a alma humana em um nível elevado de poder e sabedoria, usada pelos gregos antigos – um termo misto para Deuses e pessoas que ascenderam. Então há uma variedade de Demónios com uma variedade de poderes. Só para ser claro para que isso não seja distorcido como o usual pelas mentes imaginativas, 10 mil anos no nível de avanço deles é cerca de 2 milhões de anos no nosso desenvolvimento, dado o tipo de civilização que temos hoje. E o nível do desenvolvimento deles é amplamente incompreensível pela mente humana neste momento e com aquilo que sabemos.

Nós não somos o mesmo que eles ou como eles são. Isso devia ser senso comum. Na verdade, dentro do que chamamos “humanidade”, temos uma variedade de níveis, desde “pessoas” piores que animais, até pessoas que são mais evoluídas. Esse conhecimento era senso comum até o último século, mas neste as pessoas têm o culhão de chamar de “humano” e dar “direitos humanos” para qualquer verme antes que qualquer aspecto de humanidade é comprovado e independente do seu comportamento. Isso também não tem nada a ver com qualquer ego, essa é só a observação natural dos factos que pode ser comprovada se tiver uma mente aberta. Decadência e o inimigo existem e têm existido, mas ninguém afunda nestes de forma igual.

Então, a abordagem honesta da situação é que não há somente o inimigo a causar essa queda, mas coisas nos próprios humanos que precisam seriamente de conserto porque eles não estão finalizados ainda. Este processo leva tempo e não é impossível. Quanto a se todos serão capazes de realiza-lo, de forma sonhadora e idealista, quão bonito isso seria, mas falando de forma realista, a afirmação é simples: “Muitos vão querer se juntar no último minuto, mas será tarde demais para eles.”

Instantaneamente, quando o inimigo percebeu que este processo de nos desenvolver estava em andamento na Terra, está escrito que houve um ataque e um tipo de guerra que aconteceu no sistema solar para impedir esse processo de ser finalizado por razões que estão escritas na própria bíblia deles. Os “Elohim” – que é um termo no plural – ficaram apavorados de que eles fossem usurpados de sua posição nos “céus”, então “deus” (a mente coletiva) atacou. Este foi o começo da guerra judaica contra a Terra.

O facto de que somos contra os judeus não é algo extremamente místico, é uma coisa factual e simples. Os judeus fizeram uma barganha com essas entidades para escravizar o planeta por eles, reverter e destruir o trabalho dos Deuses, e ter lucros como raça por tal trabalho contra todas as outras pessoas. É esta a “aliança” que eles têm consigo. Até hoje os rabinos admitem que trabalham com seus extraterrestres da mesma forma que trabalhamos com os nossos pelos séculos, para que os deles tragam a aniquilação da espiritualidade humana. Nós devemos muitas coisas interessantes aos judeus, como o cristianismo, islamismo, judaísmo, energia nuclear capaz de erradicar a nossa existência, comunismo. Os próprios judeus testificaram serem os patriarcas dessas coisas com muito orgulho.

De facto, não há uma coisa proferida por nós que os judeus não tenham proferido sobre si mesmos e por conta próprio desde sempre. As pessoas de alguma forma criminalizam alguém que transfere as palavras de alguém que fez algo e admitiu tê-lo feito. As pessoas odeiam o mensageiro por não poderem lidar com a mensagem.

Se alguém considera a afirmação da Alegria de Satan ser exagerada porque isso não se encaixa em sua cabeça e acha que os judeus são mais “sensatos” nesse assunto e menos “teoristas da conspiração”, eu desafio essa gente a ir ler o que os próprios judeus têm a dizer a respeito de extermínios raciais sob nomes em código como Amalek ou Esav (subgrupos europeus), abastardamento dos goyim, destruição de todos espiritualmente, a criação do islamismo à partir do judaísmo, a criação do cristianismo por eles directamente, queimarem e destruírem os centros de informação no mundo como a Biblioteca de Alexandria, e ver um pouco ao redor como as “religiões abraâmicas” deixaram o desenvolvimento mundo estagnado por cerca de 20 séculos seguidos. Pelo tempo que descemos da criação da pirâmides até sermos incapazes de fazer cálculos por 17 séculos.

A prova de suas obras deve ser o suficiente, mas com a lavagem cerebral e o retardamento nos dias de hoje no planeta, os níveis de negação são bem altos, mas isso está a mudar gradualmente.

Então há outros idiotas que acreditam por dentro que o islamismo ou até o cristismo representam, de alguma forma, as religiões antigas. A estupidez aqui é evidente. Muitas dessas pessoas também pensam que a situação está “acima das mentes de todos”, porque são estúpidos demais para enterder a asneira deles próprios. É como pegar um veículo judaico quebrado hoje e dizer que uma vez que ele segue algumas regras básicas da aerodinâmica, faz dele um avião.

Quanto à situação da criação do homem, Satan não nos criou “de graça”, não mais que um pai não cria filhos ao acaso ou de graça. Há algumas expectativas que os Deuses gostariam que cumpramos, para o nosso próprio bem e a fim de sermos aptos a viver. No entanto, alguns filhos podem escolher não ajudar em retorno o seu próprio pai, e podem se voltar para a ignorância mesmo que seus pais os amem e cuidem deles, mas também, se uma pessoa virar um inimigo jurado de seu pai, ela pode esperar que ele também não vá gostar deles. As próprias leis da natureza são vagas a respeito das escolhas, e pode-se aceitar ou rejeitar tais coisas, e onde há livres escolhas, a pessoa escolhe fazer quase tudo que estiver no seu próprio limite de poder.

A intenção original e que nós nos tornássemos Deuses e que tomássemos parte na ordem universal das coisas em nosso próprio nível de desenvolvimento como todos os outros seres avançados do universo estão fazendo. Nós definitivamente não somos destinados a sermos escravos como muitos idiotas alegam, pois seria contra-produtivo criar escravos inteligentes ou escravos que possam potencialmente se revoltar contra ti e te atacar depois. É ainda mais retardado, se a intenção for ter escravos, dá-los conhecimento espiritual de qualquer tipo. É por isso que o inimigo remove-o, porque é isso que eles querem nos transformar: escravos. O que não pode ser destruído é ao invés disso, corrompido.

As castrações que o inimigo está a causar-nos hoje, se os Deuses quisessem escravos, eles poderiam simplesmente ter-nos criado assim originalmente, como a ausência de órgãos específicos no corpo humano, como os órgãos reprodutivos ou a glândula pineal. Escravos deveriam ser descartáveis e não terem a capacidade de reprodução, para um melhor controlo. Se éramos para sermos simples escravos dos Deuses, eles fariam umas poucas gerações nossas com colapso programado do DNA no nível reprodutivo, e então estaríamos acabados e descartados depois. Então todos esses mitos estúpidos dos do tipo do Zecharia o Judeu Stichin são essencialmente desmentidos pelos padrões da realidade.

Uma das castrações é a destruição ou eliminação da glândula pineal da estrutura do ser humano. Isso é advertido pelos textos das pirâmides egípcias que os Deuses ditaram, uma vez que a maior parte da religião egípcia era a correção e dar o devido cuidado e fortalecimento ao terceiro olho e glândula pineal. Também é escrito explicitamente lá que a “Gema dos Deuses” será removida e parar de existir se as pessoas não trabalharem nela. Estes foram todos reconhecidos como vindo dos Deuses, e os egípcios estavam a lutar para preservá-los. O mesmo vai para outros traços biológicos que muitos ignoram como inúteis. Comparado a outros animais, o homem, por suas capacidades mentais e afins, tem um design superior.

Quanto a se os Deuses só estão ajudando a nós, isso deve ser complicado, pois o inimigo também é uma força expansiva que parece estar a atacar outros lugares, não somente a nós. Os Deuses tem diversas “operações” com as quais estão a lidar, e nós somos uma dessas neste espectro de tempo.

Em adição, essa é a vida, e este universo tem seres desprezíveis nele, alguns dos quais, se prestar atenção, literalmente sequestrou os filhos de Satan e estão a usá-los contra ele em massa. Os Deuses que eram adorados por todos os povos há alguns milhares de anos atrás, são agora apedrejados na forma de ídolos, atacados e banidos todo lugar na existência. Essa técnica já foi usada em guerras e ainda está a ser praticado hoje, de formas mais materializadas. Por exemplo, os persas sequestraram crianças gregas puras, criaram-nas como “persas”, e as colocaram como líderes no seu comando militar a fim de travar guerra de volta contra os gregos, que é uma ironia, usar seu próprio povo como seu inimigo. Artemísia foi um exemplo dessa situação.

A influência dos Deuses na humanidade é tamanha que se pode honestamente dizer que a humanidade não teria descoberto como fazer cabanas se não fosse pelos Deuses. É fácil fazer algo depois de ter sido ensinado como fazê-lo, ou ler em um livro, mas a capacidade original de criar e gerar do zero é o que é revelador. É por isso que há só um Nicola Tesla a cada 100 milhões de pessoas normais no planeta, e isso é porque poucos humanos não inventivos ou avançados. Os Deuses nos ensinaram todo, desde simples agricultura, a música, criação de animais, ao sistema jurídico, e até coisas como... Maquilhagem, como fabricar armas etc.

Muito desse ensinamento de civilização é creditado a Azazel e outros Demónios, que em tabuletas babilónicas está escrito que eles ensinaram às mulheres os “caminhos dos vestidos, e a “pintura e embelezamento do rosto”, tal como chamamos de maquilhagem hoje em dia.

As razões acima são o porquê do islamismo e cristismo regurgitarem contra os Demónios. Eles tornaram nossas vidas significativas e nos impediram de sermos animais inúteis no campo em forma humana. Faz se perguntar que tipo de retardado alguém deve ser, com um grau de maldade, para reclamar do facto que não somos mais bestas do campo.

Cada aspecto da nossa civilização está plantado nos símbolos, e ainda é como era de várias formas, com a única diferença que está pervertida e dedicada a entidades alheias e hostis, e controlada por inimigos que querem o nosso pior. Fundamentalmente, porém, tudo que fez a vida possível e digna vem dos Deuses, do conhecimento de escrever e maquilhagem até arquitetura avançada e cultivo, que é como podemos ficar vivos.

Nossas civilizações, a presente e as que se foram, sempre pertenceram e foram dedicadas aos Deuses. No presente, ela foi tomada e pervertida, mas uma vez que somos criadores dela, sempre voltamos e recriamos o que está internamente dentro de nós, manifestando de novo e de novo tipos similares de civilização que nascem de dentro de nós, para que possamos avançar espiritualmente no contexto delas.

Quanto aos tolos primitivistas que odeiam a civilização, então eles também odeiam o progresso espiritual. Este só é possível de acontecer dentro do contexto de uma civilização, simplesmente porque não pode acontecer fora disso. Não dá para tirar quatro horas por dia para acender uma fogueira, e todo o dia caçando com uma lança, então todo um dia faminto e comendo cogumelos venenosos numa selva e esperar avançar espiritualmente no seu potencial máximo.

Parte da criação da civilização é feita a fim das pessoas poderem avançar nas necessidades mentais, espirituais e materiais. Se não tivéssemos necessidades espirituais, intelectuais ou avançadas, não haveria a necessidade de haver civilização, e seriamos apenas macacos com menos pelos e estaríamos felizes com isso.

O acima é o porquê num sentido macrocósmico, a Magnum Opus é retratada como o processo de criação da cidade espiritual interior ou “civilização perfeita”, que muitas pessoas tomaram em sentido literal posteriormente.

Por recriarmos a nós mesmos e avançar, estamos também a restaurarmos o nosso mundo para a clara ordem. Quando esse processo falha ser feito, então o mundo exterior também falha, pois as pessoas são as mãos e os pés que trabalham neste mundo, porque as pessoas em seu interior perdem a vitalidade para adquirir e avançar além. Reverter e prevenir esse processo salvaguarda-nos da “queda da humanidade”, e banir essa queda permanentemente resulta na Era de Ouro que é uma era de desenvolvimento espiritual em massa.

-Sumo Sacerdote Hooded Cobra

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest